A conquista da sonhada escolinha

Posted on 08/06/2009 por

2


Por Marcelle Ribeiro

Um sonho desejado há cerca de quatro anos por Ubiratan Magalhães da Silva, mais conhecido como Bira, foi realizado há exatos nove meses, quando inaugurou a escolinha de futebol do bairro de Canabrava, que atende a crianças e jovens de10 a 17 anos, não somente do bairro, mas também de outras localidades de Salvador.

O coordenador geral da escolinha, Bira, que trabalha na empresa de ônibus Bahia Transportes Urbanos (BTU), cobrador há cerca de quatro anos, diz que resolveu seguir a carreira de rodoviário justamente para conseguir apoio para a abertura da escolinha. E foi feliz na escolha, não só tornou-se um profissional qualificado, atuando também como treinador do time de funcionários da empresa, como conseguiu suporte para a realização do projeto.

 A BTU apoia a escolinha fornecendo os materiais necessários para as aulas, como bolas e uniformes para os treinos e jogos oficiais do time, disponibilizam ônibus para os meninos disputarem campeonatos fora, doam taças para as premiações, e ajudam com alimentação. Contam com a ajuda também da associação desportiva Catuense, e com a parceria do time profissional vão disputar o Campeonato Baiano infanto-juvenil.

A escolinha conta com quatro professores, o próprio Bira, que além de ensinar e coordenar foi o idealizador do projeto, Denivaldo dos Santos conhecido como Buiu, que é o diretor da escolinha, e outros dois professores, um deles é treinador de goleiros. Eles se preocupam com a questão social e incluem no método de ensino, palestras através das quais passam para os garotos suas experiências ao longo da carreira (todos já passaram por um time profissional) e também experiências de vida.

Outro ponto forte é a obrigatoriedade do estudo, e isso é acompanhado de perto pelos colaboradores. Boletins escolares e atestados de freqüência são pedidos todo mês, e reuniões com os pais dos alunos acontecem sempre que há necessidade.

Para fazer parte da escolinha não é preciso arcar com taxa alguma, o interessado tem que levar os pais para uma conversa com o coordenador Bira e em seguida preencher uma ficha, a escolinha tem alunos que moram nos bairros da Ribeira, Brotas, ilha de Itaparica e alguns do interior do estado, a exemplo de Tiago Silva de Queiroz, 15 anos, descoberto pelo professor Denival, jogando na seleção da sua cidade, Camamu, Sul do estado, “Tive que largar minha mãe, foi um trabalho, foi muito difícil”.

Tiago veio trabalhar técnica e coordenação motora, e já está mostrando resultado, foi destaque no campeonato passado, há quatro meses morando na cidade, ele está no alojamento da escolinha “Casa do Atleta” que além de Tiago, ainda hospeda, Aldo e Avine, um de Cachoeira e outro de Ilhéus.

“O projeto me tirou de muita coisa ruim”, diz Rodrigo França de Jesus, 17 anos, ele está treinando bastante, pois irá fazer 18 anos e com essa idade, a escolinha direciona o atleta para uma avaliação em um time profissional. “Quero me tornar um grande jogador e poder ajudar toda a minha família”, relata ainda Rodrigo, já Tiago fala que não vê a hora de se tornar como seu ídolo, o jogador Cristiano Ronaldo, e rever sua mãe que deixou em Camamu.

Anúncios
Posted in: ESPORTE