Envelhecimento Saudável

Posted on 28/11/2008 por

0


blog-vii1

por Taiana Silva

“Eu já fiz muita atividade física, hoje devido a complicações de saúde não faço mais”, é assim que a aposentada Maria Virgínia Tavares, 80 anos, define a importância da prática de exercícios físicos na terceira idade. Segundo dados do IBGE de 2008, a quantidade de idosos no país dobrou, sendo que o número de pessoas que continuam tendo uma vida saudável após alcançar a terceira idade caiu de 5,8% para 4,6%.


As mudanças ocorridas na população brasileira em função do aumento da expectativa de vida e da melhoria na qualidade de vida do idoso, têm despertado a atenção de diversos setores, sendo motivo de amplas discussões em todo o mundo. Quando o assunto é a prática de atividade física na terceira idade, muitos profissionais de saúde abordam questões centrais que visam conscientizar o idoso a encontrar o segredo para um envelhecimento saudável. 

Caminhar, fazer hidroginástica, fisioterapia, musculação, entre outros exercícios, ajudam a estimular o idoso para um estilo de vida saudável que vise beneficiar o lado físico, psicológico e social, melhorando a qualidade e a expectativa de vida e excluindo possíveis fatores de incapacidade. “É gratificante para os idosos reviverem momentos que trouxeram alegria, ou seja, reviver momentos que os tornam capazes de algo, acabando momentaneamente ou definitivamente com a sensação de incapacidade comum nesse grupo”, afirma Rodrigo Amâncio, formado em educação física pela Universidade Estadual da Bahia (UNEB).

“Sabemos através da mídia, falam de qualidade de vida, mas não nos informam como obtê-la, só sei quando vou ao médico”, reclama a aposentada Virgínia com relação à atenção dada aos idosos pelos meios de comunicação. Com o objetivo de informar um pouco mais sobre a prática da atividade física na terceira idade, alunos do quinto semestre do curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, do Centro Universitário Jorge Amado apresentaram no dia 5 de novembro a palestra “A importância da prática da atividade física na qualidade de vida dos idosos”.

O seminário abordou questões como o envelhecimento saudável e a busca pela vida longa. O professor de educação física, Rodrigo Amâncio e a fisioterapeuta, Luiza Lessa foram os palestrantes.
Alertando sobre os efeitos positivos dos exercícios físicos, a fisioterapeuta Luíza Lessa afirmou que as atividades são uma medida eficaz para minimizar alguns pontos naturais do envelhecimento. “Movimento humano, é isso que vai trazer qualidade de vida para os idosos”, declara.

Muito além da melhoria na qualidade de vida está o prazer e a motivação. Os profissionais de saúde e a família devem sempre agir juntos, mostrando ao idoso a sua melhora, juntamente com os benefícios e a real importância da prática das atividades físicas em sua idade. “O exercício físico proporciona inúmeros benefícios para o idoso, dentre eles estão o controle do peso corporal, a prevenção ou tratamento de doenças cardiovasculares, melhoria da imunidade, da sensibilidade a insulina, aumento de força, equilíbrio, agilidade e coordenação, além de proporcionar uma melhor auto-confiança e bem estar”, finaliza Amâncio.

blog-i1blog-iiblog-iii1

 
 

blog-ivblog-vblog-vi

Link do Projeto

http://www.4shared.com/file/73235159/52089cce/PROJETO_3idade.html

Anúncios