Salvador e Saúde Alimentar

Posted on 27/11/2008 por

2


alimentacao-saudavel

Uma boa alimentação para uma vida mais saudável

por Isis Malta, Ivani Lima e Roberto Muniz

Para obtermos uma vida mais tranqüila, prolongá-la e ter uma boa saúde, é preciso ter uma boa alimentação, construindo uma dieta saudável, gostosa e prazerosa. Alimentação natural são todos aqueles alimentos produzidos pela natureza. Que não contem nenhum tipo de conservantes. Estes alimentos nos fornecem as substâncias necessárias para o perfeito funcionamento do nosso organismo e sua defesa.  


Sabe-se que não existe nenhum alimento que consumido sozinho possa nos fornecer todos os nutrientes necessários ao nosso organismo. “Cada alimento tem uma função especifica, quando ingerimos seus nutrientes, eles desempenham papel fundamental no organismo, pois são essenciais à nutrição humana. Por isso que se deve comer de tudo um pouco”, explica Mazinha Cunha, 45 anos, nutricionista da Herballife.

 Poucas pessoas conhecem o verdadeiro “sabor” de uma fruta ou verdura, mais não falo de paladar e sim do sabor que ela traz para nossa vida, para o nosso organismo. Uma simples maçã, tem o poder de retardar o envelhecimento da pele, por exemplo Por isso quanto mais se come alimentos saudáveis e frescos mais bem fará ao organismo. “Já foram feitos diversos estudos científicos que comprovaram que diversas vitaminas e nutrientes são capazes de melhorar o funcionamento do organismo, se ingeridos com freqüência. O exemplo da maçã alem de retardar o envelhecimento da pele, ajuda a prevenir doenças cerebrovasculares, Alzheimer e muito mais”, diz a endocrinologista Marilene Nery, 36 anos.

Cada vez mais pessoas se conscientizam da importância de ter uma boa alimentação balanceada para que haja o equilíbrio não apenas orgânico, mas também emocional e espiritual, resultando assim em mais saúde e uma melhor qualidade de vida em qualquer idade. “Uma alimentação para trazer benefícios à saúde deve ser rica em fibras e natural, portanto devemos observar três qualidades de alimentos, a vegetal, a natural e a integral. Sabemos que a saúde é o nosso bem mais precioso, portanto devemos dar uma atenção especial à ela”, conclui Mazinha.Para uma alimentação rica e natural, devemos observar três qualidades de alimentos, a vegetal, a natural e a integral. Sabemos que a saúde é o nosso bem mais precioso, portanto devemos dar uma atenção especial à ela.

Comida Macrobiótica

Com o crescimento da industrialização de alimentos as pessoas passaram a procurar novas formas de se alimentarem e uma dessas formas é a dieta macrobiótica, um regime de dieta proposto nos final dos anos 60 por Michio Kushi, inspirado pelo filósofo Georges Ohsawa. A dieta macrobiótica enfatiza cereais integrais cultivados localmente, legumes e produtos de soja fermentada, combinados em refeições pelo princípio das propriedades do Yang e Ying priorizando sempre o contraponto para achar o meio termo.

Segundo Marcella Moraes, estudante de gastronomia “A macrobiótica é uma maneira de se viver mais e melhor a partir de uma alimentação leve e saudável”, não é uma dieta extremista como a dos crudivoristas, pessoas com alimentação fundamentada somente em alimentos crus, os macrobióticos acreditam na importância do cozimento dos alimentos, pois segundo a filosofia Yang e Yng a alimentação deve ser totalmente balanceada tendo tanto alimentos crus como cozidos.

Para Marília Lopez, adepta da macrobiótica á 10 a macrobiótica foi a melhor mudança da vida dela “depois que comecei com a dieta macrobiótica me sinto mais saudável e disposta, já não é mais uma dieta e sim um meio de viver melhor”, sendo está uma opinião comum das pessoas que passam a conhecer essa nova forma de alimentação que só traz benefícios.

Os ingredientes usados pela macrobiótica, como o cereal integral, o feijão, os legumes e o queijo de soja, fazem bem. Pesquisas concluíram que os cereais integrais protegem contra 25 tipos de câncer, e a Organização Mundial da Saúde afirma que eles previnem enfarte e doenças cardiovasculares.

Doenças

Os alimentos que são consumidos e considerados saudáveis têm  nutrientes necessários para exercer funções essenciais do nosso organismo para realizar as funções vitais. Um distúrbio alimentar importante é a ortorexia nervosa, “O distúrbio consiste em uma obsessão em relação a alimentos naturais considerados ‘saudáveis’. A pessoa tem uma preocupação exagerada com o que é consumido.” afirma Dr. Antônio Alves.

O consumo demasiado de alimentos gordurosos prejudicam à saúde e levam a  obesidade, aumento do triglicérides e colesterol. Também causam doenças cardiovasculares, além de um mau funcionamento do organismo em geral. Essas gorduras desnecessárias no organismo são mais conhecidas como gordura saturada , ela está presente nos alimentos de origem animal como leite integral, e seus derivadoscomo a  manteiga, queijo, chocolate e alimentos fritos e em carnes, elevando os níveis de colesterol sangüíneo, contribuindo para o aparecimento de doenças. E, segundo a Organização Mundial de Saúde, o Brasil é o 9º país onde ocorrem mais mortes por doenças cardíacas.

A preocupação em ter a melhor alimentação pode chega a implicar na perda de nutrientes importantes, como vitaminas, cálcio e ferro. É comum os ortorexicos apresentarem anemia. Em casos mais graves, eles têm até osteoporose. A gordura insaturada também pode ocasionar tais problemas. A gordura saudável, proveniente de alimentos de origem vegetal, quando transformada em saturada, através do processo de hidrogenação industrial, passa a ter outras características. “A gordura do tipo insaturada é líquida em temperatura ambiente como os óleos vegetais.” explica a nutricionista Dra. Alice Borges.

As melhores combinações alimentares são os provenientes de vitamina C, a laranja, limão, morango, acerola, goiaba, se consumidos junto com alimentos fontes de selênio, que são as aves, grãos integrais, cebola.

Link para o projeto:
http://www.4shared.com/file/73377605/b7538fcb/alimentacao_saudavel.html

Anúncios