Tem creche em Jaguaripe II

Posted on 15/10/2008 por

0


Depois de um ano enfrentando dificuldades, as crianças devem voltar a receber recursos da prefeitura e do Estado

por Manoel Arthur

Depois de um ano sem receber recursos mensais da prefeitura municipal, com a qual tem convênio, a creche comunitária de Jaguaripe II, mantida e organizada pelo Conselho dos Moradores de Jaguaripe II (COMORJA), localizada na Estrada Velha do Aeroporto, receberá no final de outubro a quantia atrasada, parceladamente, e mais o mês de outubro. A assessora de comunicação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Mariana Martins, disse que as pendências burocráticas relacionadas ao período deste ano já foram resolvidas e que a creche receberá os valores oriundos do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PET) e repassados pela Secretaria. No entanto, a assessora afirmou que não tem como responder porque a instituição não estava recebendo os valores referentes ao ano passado, pois houve mudança na gestão do órgão.

A creche mantém 50 crianças de 2 à 6 anos em tempo integral, que, durante os anos de 2007 e 2008 passaram por grandes dificuldades, como a falta de alimentos. Muitas vezes as crianças eram enviadas outra vez para casa, causando vários transtornos às mães trabalhadoras. Segundo Ana Lúcia Venira, coordenadora do Comorja, uma outra parte dos recursos do PET são pagos pelo Governo Estadual, que também não está repassando os recursos desde o início desse ano. O Governo do Estado paga R$ 20 por criança e o município R$ 15. A prefeitura já resolveu as pendências burocráticas, disse Josué Firmino.

“Todos que trabalham no local são voluntários, já que a instituição não recebe nenhuma ajuda municipal ou governamental para custear as despesas com funcionários”, afirmou Venira. Para Joseana Costa Santos, professora da instituição, as mães de crianças que freqüentam o local, gostam de ver seus filhos se alimentando no horário certo e brincando com outras crianças, já que em suas casas muitas não tem com quem brincar.

A instituição oferece alimentação e ensino pré-escolar, além de atividades como capoeira, judô, futebol, reforço escolar, inclusão digital e capacitação para jovens e adultos. Para ajudar a custear as despesas com o material didático e alimentação é cobrada a taxa de R$10 reais, porém devido às condições das famílias atendidas pela instituição, são poucas que pagam. Todas as despesas da instituição são arcadas pela coordenadora Venira e com ajuda das pessoas.

Anúncios
Posted in: CIDADE